Pular para o conteúdo principal

GRAVIDEZ MÊS A MÊS – 0 A 4 SEMANAS

 

OVULAÇÃO, FECUNDAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO ÓVULO FERTILIZADO

Durante a relação sexual são lançados na vagina cerca de 100 a 200 milhões de espermatozoides. Destes, apenas uma pequena parte progride até ao interior do útero e chega às trompas de Falópio, tubos que ligam ambos os ovários (onde todos os meses um óvulo amadurece e é libertado) ao útero (onde o óvulo fertilizado se irá alojar e desenvolver).

Por volta do 14º dia do ciclo menstrual, um óvulo é libertado do ovário (ovulação) e captado pela trompa de Falópio. Ai, aguarda a chegada dos espermatozoides. Quando um espermatozoide penetra finalmente no óvulo, dá-se a fecundação.

Entre o 5º e o 7º dia após a ovulação, o óvulo implanta-se no útero (implantação), fixando-se nas suas paredes. Será aqui que se vai desenvolver e crescer até ao nascimento.Os dois núcleos (do óvulo e do espermatozoide) fundem-se dando origem ao zigoto, a primeira célula embrionária, que contém a mistura do material genético de ambos pais. Esta célula rapidamente se começa a multiplicar e inicia a sua descida pela trompa de Falópio em direção ao útero, onde se irá agarrar firmemente à sua parede nos próximos dias (implantação).

À medida que o zigoto desce em direção ao útero e as suas células se multiplicam, o seu útero está em constante transformação para preparar a chegada do embrião.

A falta da menstruação é um dos primeiros sinais de que pode estar grávida. Deve aguardar algum tempo para fazer o teste de gravidez depois de lhe faltar o período, pelo menos uma semana, para evitar falsos negativos.

Na 4ª semana da gravidez o seu bebé tem o tamanho aproximado de uma semente de chia.